FacebookYoutube RSS
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


Notícias

  08/08/2019 

Câmara Municipal de SGA realiza audiência para debater sobre terceirização na saúd

 
A audiência foi solicitada depois que a Fundação Leandro Bezerra assumiu a gestão do Hospital Municipal e da UPA de São Gonçalo do Amarante, descartando servidores públicos das referidas unidades de saúde.
 
Atendendo a solicitação do Sindsaúde, a Câmara Municipal de São Gonçalo do Amarante realiza nesta sexta-feira, 09/08, às 9 horas da manhã, uma audiência pública para debater sobre a terceirização na saúde do município.  Desde que a Fundação Leandro Bezerra assumiu a gestão do Hospital Municipal Luiza de Alcântara e Silva e da UPA do Pecém, cerca de cem servidores municipais foram descartados de seus locais de trabalho. A tal Fundação é investigada por crime eleitoral em Juazeiro do Norte.
 
O Sindsaúde esteve no município, onde foi realizado protesto em frente à Prefeitura no dia 17/07. O Sindsaúde pediu audiência junto ao Ministério Público e na Câmara Municipal para tratar do assunto.
Flaviana Fontenele trabalhava há mais de dez anos no Hospital de São Gonçalo e está apreensiva quanto ao futuro. "Não sei como fazer minha faculdade durante o dia se me realocarem para um posto de saúde" - disse. Outro problema é o aumento nas despesas, já que até agora não está garantido o Vale Alimentação e Vale Transporte que ela tinha direito. Esta preocupação é a mesma da Viviane Arruda, que trabalha há mais de dez anos no mesmo hospital. "Eu moro em Caucaia e não vou ter condições de ficar pagando transporte pra trabalhar todos os dias" - lamenta.
 
Para a presidente do Sindsaúde, Marta Brandão, os servidores públicos merecem respeito e devem ter a prioridade de continuar trabalhando onde estavam lotados. “Estão terceirizando a saúde pública de São Gonçalo do Amarante, trocando servidores concursados e experientes por gente que nem conhece a rotina das unidades de saúde. Isso prejudica não só os trabalhadores que estão com o futuro incerto, mas a população que precisa dos serviços.” – afirmou.
 
Com informações da Assessoria de Comunicação do Sindsaúde - Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Ceará
 
Última atualização: 09/08/2019 às 10:33:57
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome
Nome é necessário.
E-mail
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

 

SINDSAÚDE CEARÁ
Rua Padre Mororó, 670 - Centro
Fortaleza - Ceará  |  CEP 60.015-220

(Quase esquina com Rua São Paulo)

 

Fone: (85) 3212-4577  |  E-mail: contato@sindsaude-ce.com.br
www.igenio.com.br
CTB CNTS