FacebookYoutube RSS
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


Notícias

  26/06/2020 

Sindsaúde acompanha contratação de ex-empregados do Instituto Compartilha no Hemoce

 
165  trabalhadores que prestavam  serviços no Hemoce através do Instituto Compartilha foram contratados pelo Instituto Pró Hemoce. Além de acompanhar a contratação, o Sindsaúde já entrou na Justiça para garantir o pagamento das verbas rescisórias.
 
Dirigentes do Sindsaúde, acompanhados da assessoria jurídica do sindicato, participaram de reunião virtual nesta quinta-feira, 25/06, com gestores do Instituto Pró Hemoce, IPH. 
A reunião virtual contou com a participação do diretor do IPH,  Evandro Castro e Silva. Pelo Sindsaúde, participaram as diretoras Madalena Policarpo, Solange Pontes(Sobral) e Regina Moraes e os advogados Vianey Martins e Roberto Rebouças (Sobral).
 
O gestor do IPH informou que 165 trabalhadores, ex empregados do Instituto Compartilha, foram admitidos no dia 03/06, com carteira assinada por meio digital. As carteiras de trabalho físicas devem ser devolvidas aos trabalhadores até a próxima semana. 
 
Foi informado ainda que os empregados vão receber vale-refeição no valor de R$ 20,00, por dia trabalhado. Até o dia 07 de julho de 2020, devem ser entregues o vale-refeição e o vale-transporte, retroativos a 03/06.
 
Jornada de Trabalho
 
A jornada de trabalho será de 220 horas por mês, o que significa 15 plantões por mês. O empregado que desejar ficar com jornada de trabalho menor receberá salário proporcional, mas não vai ter redução salarial em relação ao que era pago pelo Instituto Compartilha. Por exemplo: auxiliar/técnico de laboratório terá salário base de R$ 1.844,00 para 15 plantões por mês. A jornada de trabalho do nível superior (enfermeiros, biomédicos e farmacêuticos) foi uniformizada e o salário será de R$ 2.931,88. Não foi falado sobre assistentes sociais. Há também cinco enfermeiros que tem nível II. Estes ganharão cerca de mil reais a mais. Só existem 3 técnicos de enfermagem que ganharão R$ 1.256,52 para 15 plantões de 12 horas, por mês.
 
Rescisão do Instituto Compartilha
 
Cerca de duzentos trabalhadores que prestavam serviços no Hemoce através do Instituto Compartilha ainda não receberam as verbas rescisórias. A direção do Hemoce chegou a repassar informações de que o Governo do Estado pagaria todas as verbas rescisórias dos empregados. Contudo, apesar dos vários ofícios remetidos à direção do Hemoce e à Secretaria da Saúde do Estado, até esta data, o Sindsaúde não teve acesso sequer ao cálculo dessas contas.
 
Em decorrência disso, o sindicato recorreu ao MPT. Na segunda feira, 29/06, haverá audiência para tratar das verbas rescisórias dos ex-empregados do Instituto Compartilha. Quanto ao FGTS não depositado do ano de 2020, o Sindsaúde também ingressou na Justiça (processo Nº 0000408.22.2020.5.07.0017). Uma audiência sobre esta demanda já está agendada para o dia 17/08 próximo.
 
Além dos 165 trabalhadores admitidos com carteira assinada pelo IPH, oriundos Compartilha, nove estão aposentados e não manifestaram intenção de continuar trabalhando no Hemoce pelo IPH. Três ex-empregados do Compartilha não apresentaram documentação ao IPH e mais dois estão de licença pelo INSS.
 
Última atualização: 26/06/2020 às 13:18:51
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome
Nome é necessário.
E-mail
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

 

SINDSAÚDE CEARÁ
Rua Padre Mororó, 670 - Centro
Fortaleza - Ceará  |  CEP 60.015-220

(Quase esquina com Rua São Paulo)

 

Fone: (85) 3212-4577  |  E-mail: contato@sindsaude-ce.com.br
www.igenio.com.br
CTB CNTS