Após denúncias, Sindsaúde trata com ISGH sobre pagamentos irregulares de trabalhadores

66

A reunião realizada nesta sexta-feira, 13/01, foi marcada depois que o Sindsaúde divulgou que entraria na Justiça para cobrar cumprimento da CCT de 2022.

O Hospital lLeonardo da Vinci é uma das unidades sob gestão do ISGH.

O Sindsaúde Ceará tem recebido inúmeras denúncias de trabalhadores da saúde sob gestão do ISGH, organização social contratada pela Prefeitura de Fortaleza e Governo Estadual. Eles denunciam que a OS não tem cumprido a CCT da rede particular, como é previsto, desde novembro passado.

O problema ocorre no pagamento dos profissionais que cumprem escala de 12×36 horas, pelos serviços prestados nos feriados e na folga semanal remunerada. De acordo com a Cláusula 25 da CCT da rede particular, esses plantões deveriam ser pagos em dobro ou com folga compensatória, o que não tem ocorrido.

Na reunião virtual desta sexta-feira, 13/01, com a participação do sindicato patronal da rede particular e de representantes do ISGH, o Sindsaúde cobrou a regularização dos pagamentos de acordo com a CCT.

Os gestores ficaram de fazer uma análise administrativa sobre a possibilidade de correção no problema apresentado e apresentar o resultado até a próxima segunda-feira, 16/01.

“Nós vamos aguardar esse resultado e contamos com o bom senso dos gestores para garantir o pagamento devido a todos esses trabalhadores e trabalhadoras, como já ocorre com empregados de outras unidades de saúde” – afirmou Quintino Neto, diretor do Sindsaúde Ceará. “Caso a resposta não seja favorável aos profissionais, vamos recorrer à Justiça para garantir que a Convenção seja cumprida” – concluiu.

Entre as unidades de saúde sob gestão do ISGH, em que as(os) trabalhadoras(es) estão prejudicadas, estão os hospitais regionais, Waldemar de Alcântara e Leonardo da Vinci.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here