Aracati: sindicato cobra salários atrasados e pedirá bloqueio das contas do município

110

Na manhã desta terça-feira (22), o Sindsaúde esteve reunido com a Promotora de Justiça de Aracati, Liduína Maria de Sousa Martins. Participaram da reunião a assessoria jurídica do sindicato e a diretora Madalena Policarpo. O Objetivo da reunião foi tratar do pagamento dos salários atrasados dos servidores da saúde, relativos a novembro e dezembro do ano passado.

Durante a reunião, a Promotora de Justiça ligou para o secretário de Saúde, Waldir, e para a secretária de Administração, Ana Guimarães. Os gestores da Prefeitura disseram que existe em caixa o dinheiro para pagar o salário dos que não receberam em novembro. Disseram, no entanto, que não fazem o pagamento de novembro por problemas de ordem burocrática. Os gestores da prefeitura adiantaram para a Promotoria que o município não dispõe de recursos para pagar o mês de dezembro.

A Promotoria afirmou para o sindicato que irá notificar o município com relação aos salários atrasados.

Diante da incompetência e do desrespeito dos administradores do município de Aracati, o sindicato não vacilará: nesta quarta-feira, 23/01, pela manhã, a assessoria jurídica do Sindsaúde ingressará com ação pedindo o bloqueio dos recursos do município, para que seja destinado ao pagamento de salários atrasados. Não faz sentido uma gestão municipal não conseguir resolver problemas de ordem burocrática em 20 dias.

Os servidores da saúde não têm culpa dos desmandos dos gestores “EXPEDITINOS”, nem muito menos da incompetência dos técnicos “IVANISTAS”. Há servidores que estão passando fome, enquanto os gestores da prefeitura, com certeza, estão recebendo diárias para viajar e receberão em dia o salário de janeiro.

Pode-se concluir, pelas afirmações da secretaria de Administração, de que não passava de promessas o acordo que ela quer fazer para pagar o salário de dezembro em fevereiro. Ora, se tem dinheiro para pagar janeiro porque não pagam primeiro o mês de dezembro? O dinheiro é do tesouro municipal, não é do Prefeito A ou B.

O Sindsaúde reafirma para os servidores da saúde de Aracati que, independente de quem seja o Prefeito, não vamos dar trégua a gestores que não respeitam os direitos dos trabalhadores. Doa a quem doer.