Ato no Hospital da Mulher denunciará irregularidades

96

Apesar de ter sido usado exaustivamente como peça de propaganda da gestão municipal passada, o Hospital da Mulher esconde muitas irregularidades. Em seu quadro de pessoal tem de tudo: trabalhadores sem carteira assinada, terceirizados e outros recebendo de forma avulsa. Além disso, retenção indevida de carteira de trabalho, pois vários entregaram o documento à direção do hospital e não receberam de volta.

Para completar, vários trabalhadores estão há mais de dois meses sem receber salário, vale-transporte e vale-alimentação. Também não há controle do ponto, pois o relógio de ponto está desprogramado.

Um hospital, instituição que deveria prezar pela saúde, coloca os próprios funcionários/as em risco, não fornecendo Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Além disso, descumpre a lei e coloca as pacientes em risco, pois obriga os funcionários a dobrarem plantão, uma vez que não contrata profissionais suficientes.

E quando o sindicato, representando a categoria, procura a direção para conversar, o que acontece? Somos barrados! Mandamos pedido de fiscalização para a SRTE, denunciamos as irregularidades ao Ministério Público do Trabalho e também estamos pedindo reunião com a Secretaria Municipal de Saúde para discutir as irregularidades.

Diante de tudo isso, o Sindsaúde convoca todos e todas para manifestação nesta quarta-feira, dia 27/2, às 6h30.

Trabalhador/a, lute por seus direitos! Participe!