Campanha salarial de setor hospitalar filantrópico não avança

120


Mais uma vez, o Sindicato das Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas do Estado do Ceará, SINDHEF, desmarca reunião com o Sindsaúde.


 



O Sindsaúde segue com a luta na campanha salarial dos trabalhadores de hospitais filantrópicos do Ceará.  Entre as reivindicações do sindicato está o reajuste salarial de 15% para que os auxiliares de laboratório, técnicos de laboratório e operador de máquina (lavanderia) alcancem, respectivamente, o piso dos auxiliares de enfermagem, técnico de enfermagem e recepcionista. O Sindicato das Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas do Estado do Ceará, SINDHEF, rejeita a proposta e oferece apenas 6,5% de reajuste, válido também para as outras cláusulas financeiras que tratam sobre auxílio creche e auxílio funeral.


 


Outros itens propostos pelo Sindsaúde que estão sendo rejeitados pelo sindicato patronal são a gratificação para aqueles profissionais que trabalham em ambientes fechados, como UTI, e também o Ticket Alimentação, benefício inexistente atualmente.


O Sindsaúde quer ainda a instituição de novos pisos para as seguintes categorias:


 








Auxiliar de serviços gerais, copeiro e lavanderia


R$810,00


Porteiro, Auxiliar de manutenção e cozinheiro


R$830,00


Pintor, pedreiro, eletricista, Carpinteiro, Bombeiro Hidráulico e Marceneiro


R$900,00


Auxiliar de farmácia, maqueiro


R$910,00


Técnico em gesso e aux. laboratório


R$950,00


Motorista de veículo Habilitação “D”


R$1.350,00


 


Nesta sexta-feira, 22 de maio de 2015, o Sindsaúde teria outra reunião com o sindicato patronal, mas esta foi desmarcada. Já é a segunda vez que isso acontece. A reunião marcada para o dia 4 de março também foi desmarcada pelo SINDHEF. A atitude do sindicato patronal mais uma vez revela um descaso total com a categoria. 


 


Com informações da Assessoria de Comunicação do Sindsaúde – Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Ceará