Carta à população de Barbalha – agentes de saúde entram em greve por melhores condições de trabalho

77

Os agentes comunitários de saúde (ACS) de Barbalha desde o início deste ano estão em luta pelo aumento do repasse do incentivo financeiro. O incentivo financeiro é uma verba enviada pelo governo federal aos municípios, no valor de R$950,00 a cada agente, destinada ao Programa de Atenção Básica à Saúde e às atividades dos ACS. Multiplicando, o município de Barbalha recebe em torno de R$1 milhão de repasse do governo federal.

Atualmente, os agentes de Barbalha recebem 30% deste valor, mas sabemos que é possível receber uma porcentagem maior, como ocorre em outros municípios. Queremos repasse de porcentagem maior do incentivo financeiro! Municípios menores que Barbalha, como Baturité, Palmácia e Pindoretama repassam uma porcentagem maior.

Apesar de a reivindicação ser justa, enfrentamos dificuldades em negociar com o prefeito. Além do mais, estamos sem receber fardamento e o protetor solar (pois trabalhamos visitando as famílias, expostos ao sol) só está sendo entregue a cada três meses. Também falta balança para pesar as crianças, importante para o acompanhamento que realizamos.

Diante de tudo isso, queremos pedir o apoio da população de Barbalha, que nos conhece do dia a dia, sabe de nosso papel na prevenção de doenças e acesso à saúde. Precisamos que estejam do nosso lado e sejam compreensivos. Caso a prefeitura não se disponha a resolver nossos problemas, seremos obrigados a realizar greve a partir do dia 1º de agosto.

É pensando no bem estar de toda a população que realizamos este movimento. Sem condições decentes de trabalho, não temos como prestar um bom serviço e acabamos adoecendo. Apoie esta causa!