Ceará tem 110 casos de Sarampo confirmados; 94 só em Fortaleza

211


Boletim epidemiológico divulgado na noite de ontem pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) confirmou a ocorrência de 110 casos de sarampo no Ceará – notificados entre 25 de dezembro do ano passado e a última terça-feira, 11. O último balanço, lançado em 21 de fevereiro, confirmava 81 casos. De lá para cá, 29 pessoas tiveram diagnóstico da doença. O número representa leve desaceleração no crescimento do surto, que chegou a atingir 51 pessoas em uma única semana epidemiológica.


Fortaleza concentra a incidência da doença (94 casos), seguida por Uruburetama (oito). Os municípios de Tururu, Itaitinga, Caucaia, Trairi, Jaguaribe e Maranguape apresentaram um novo caso em cada. Outras 32 pessoas têm casos notificados e estão em investigação.


Entre os casos confirmados, 43,6% são menores de um ano de idade – dentre estes, 18,2% são menores de seis meses e 25,5% têm entre seis meses e um ano. Na vacinação de rotina, as crianças são imunizadas apenas a partir dos 12 meses de vida. Mas, devido ao surto, os postos de saúde estão realizando vacinação para crianças entre seis meses e cinco anos. De acordo com Renata Dias, assessora técnica de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), apenas nas faixas etárias de 2 e 3 anos não foi atingida a meta de vacinação (95% do público).


“Vamos continuar vacinando até alcançar o percentual nessas duas faixas. Continuamos também com a vacinação de rotina. Crianças que estão completando seis meses agora também devem ser levadas aos postos para receber a tríplice viral”, diz.


Vacinação de rotina


A vacinação de rotina é feita em duas doses – aos 12 e aos 15 meses. Crianças com idade entre seis meses e um ano, e que tomaram uma dose durante a vacinação de bloqueio, devem receber as duas doses quando atingirem as faixas etárias. Segundo Renata Dias, adultos que nunca tomaram a tríplice viral e possuem cartão de vacinação podem procurar os postos de saúde.


Fonte: O Povo