Diga não ao sindicalismo capacho!

107

Com a posse do novo prefeito de Aracati, os servidores da saúde presenciam o desespero da ex-diretora do Sindsaúde, Francisca Carvalho, em atacar o Sindsaúde e ao mesmo tempo defender os gestores do município de Aracati.

Na última reunião com os gestores da prefeitura, ocorrida dia 22/2, ficou claro que a ex-diretora Francisca estava fazendo acordo às escondidas com os gestores, facilitando a vida dos governantes de Aracati e ao mesmo tempo atacando o Sindsaúde. Ela chegou ao cúmulo de propor pagamento do salário atrasado de dezembro de 2012 por sorteio, enquanto orientava seus aliados a não aceitarem as propostas do Sindsaúde, que visavam garantir o pagamento de todos.

Cara Francisca, o servidor não pode depender da sorte para receber o salário. Salário é direito sagrado, não é loteria! O que você diria se seus familiares, todos empregados na Prefeitura de Aracati, ficassem sem salário? Será que aceitaria parcelar em 16 vezes, como você propôs? Claro que não.

A intenção de afastar o Sindsaúde das negociações é tão grande que a senhora Francisca Carvalho “viaja”: nas reuniões com a Prefeitura, fala em nome de um sindicato que sequer tem registro no Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), ou seja, não existe legalmente.

Como todos sabem, em 2012, os servidores de Aracati em assembleia decidiram criar um sindicato municipal para se contrapor aos desmandos históricos dos prefeitos de Aracati e evitar que pessoas ligadas à gestão fundassem um sindicato pelego, formado somente por bajuladores ligados à antiga gestão (como alguns já se articulavam neste sentido).

Agora, a senhora Francisca está usando o nome de uma entidade – que não está nem registrada – para amenizar a vida do prefeito que ganhou e que foi apoiado por ela, ou seja, usando a entidade que foi criada pelos servidores de Aracati, agora, para defender os interesses pessoais dela (Francisca) junto à Prefeitura e, ao mesmo tempo evitar que o Sindsaúde esteja à frente das negociações, pois sabe que o Sindsaúde é uma entidade séria que não muda de lado quando muda a gestão.

A marca do Sindsaúde é a luta!

O Sindsaúde começou sua luta em Aracati há mais de dez anos e neste tempo enfrentou três gestões. Nunca baixamos nossa bandeira de luta em defesa dos servidores. E vamos continuar assim. Quando as gestões anteriores atrasavam salário, o Sindsaúde entrava na justiça imediatamente, inclusive por solicitação da então diretora Francisca. Agora, num passe de mágica, a senhora Francisca passou a ser contra a ação que o sindicato entrou para bloquear as contas da prefeitura com o objetivo de pagar o salário de dezembro.

Enquanto a Prefeitura de Aracati acaba de gastar milhões para promover a festa carnavalesca (para isto tem dinheiro), deixa mais de dois mil pais de família na completa penúria, com contas atrasadas, Coelce ameaçada de corte, cobrança de banco e com os cobradores na porta e no telefone.

A diretoria do Sindsaúde conclama você servidor(a) de nível médio da saúde, os agentes de endemias e agentes de saúde de Aracati a permanecerem unidos em torno do Sindsaúde, pois esta entidade defende os direitos de seus sócios, independente da coloração política do prefeito. Fazemos isto em Fortaleza, em Pacajus, em Santana do Acaraú e em qualquer outro município em que haja desrespeito aos direitos dos servidores. Não pautamos nossa luta pelo partido do Prefeito. Nossa marca é a da luta. Doa a quem doer.

NÃO AO SINDICALISMO PELEGO LIGADO À GESTÃO!

PARTICIPE DAS REUNIÕES E ASSEMBLEIAS CONVOCADAS PELO SINDSAÚDE!