Em greve, agentes de saúde do Estado chegam a Fortaleza para mobilizações

149

Cerca de mil agentes comunitários de saúde do Estado, lotados em municípios do interior, chegarão a Fortaleza amanhã (9), às 5h. Os trabalhadores desembarcarão na Praça da Bandeira, onde se reunirão para definir ações da greve iniciada hoje.

Na pauta de reivindicações, adicional de insalubridade e extensão da licença maternidade para seis meses.

Junto com os servidores de nível médio da saúde, os agentes também ouviram promessas do governo Cid Gomes duas vezes somente este ano, porém, nenhuma foi cumprida.

“A pressão será maior com uma parcela considerável dos agentes mobilizada em Fortaleza. Além disso, na sexta-feira começa a greve dos servidores de nível médio da saúde e as duas categorias vão lutar unidas”, esclarece Marta Brandão, secretária geral do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde (Sindsaúde).

Há cerca de dez mil ACS vinculados ao governo do Estado. Virão a Fortaleza trabalhadores representando as regionais da Região Metropolitana, Maciço de Baturité, Iguatu, Crateús, Sobral e Cariri.