Funcionários da Sameac poderão paralisar atividades no Hospital Universitário nesta quarta-feira (28)

197

Os funcionários de nível médio e técnico da Sameac, que trabalham no Hospital Universitário e na Maternidade Escola, poderão paralisar atividades nesta quarta-feira (28), a partir das 7h30, por conta da Campanha Salarial 2012.

Os funcionários pedem vale alimentação no valor de R$15; reajuste salarial de 20%; adicional de estímulo de 3,5% e que seja concedido a cada cinco anos; auxílio creche e auxílio babá de R$92; e criação do PCCS, que está pendente desde o Acordo 2010.

Por sua vez, a Sameac propõe aumento de apenas R$0,50 no tíquete alimentação, que passaria de R$10,50 a R$11,00. “Como se vê, uma afronta aos trabalhadores. A inflação do período está bastante alta, em 7,39%. O que faremos com 50 centavos?”, questiona a secretária-geral do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde (Sindsaúde), Marta Brandão.

Sobre o reajuste salarial e nos pisos, em resposta aos 20% demandados pelos funcionários, a Sameac propõe 6,5% sobre os pisos e de 5% sobre os demais salários. “Mais uma vez, abaixo da inflação, ou seja, não repõe as perdas salariais desde 2011”, comenta.