Funcionários do IDGS entrarão em greve a partir de sexta-feira (14)

116

Até lá, haverá paralisações a partir das 8h, no IJF e postos de saúde.

Em assembleia realizada hoje (11), no Instituto Dr. José Frota, os funcionários do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Apoio a Gestão em Saúde (IDGS) – organização que presta serviços de saúde ao município de Fortaleza – decidiram entrar em greve a partir desta sexta-feira (14), respeitando o prazo de 72 horas previsto na lei de greve.

Os terceirizados de nível médio e superior somam quase cinco mil, lotados em hospitais, postos de saúde, Centros de Atenção Psicossocial (Caps) e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da Capital. Eles não receberam, até agora, o salário relativo a novembro, vales transporte e alimentação, nem a primeira parcela do 13º salário, que deveria ter sido depositada até 30 de novembro.

“Só vamos terminar a greve quando recebermos estas quatro demandas, que são nossos direitos”, afirma o diretor do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde (Sindsaúde), Ulisses Vilar.

Paralisações

Embora a greve só comece na sexta-feira, os funcionários continuarão as paralisações parciais em hospitais e postos de saúde. Amanhã e quinta-feira, a partir das 8h, haverá concentração no IJF.