Gripe suína: Ceará confirma os primeiros casos de 2012

206

Estão confirmados os dois primeiros casos de gripe A (também conhecida como gripe suína) no Ceará em 2012. Grávidas contraíram o H1N1 dentro do território estadual e estão internadas na Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (Meac). Uma delas perdeu o bebê; a outra antecipou o parto. Ambas ocupam leitos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital.


As mulheres residem em Fortaleza e Beberibe, município distante 83 quilômetros da Capital. O diagnóstico da moradora do Litoral Leste foi constatado na sexta-feira, 9, pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). O resultado dos exames da fortalezense saíram no sábado.


O caso de Beberibe está esclarecido. A paciente foi infectada pela gripe A durante o Carnaval, período em que recebeu diversas visitas em casa. Ela estava com 28 semanas de gestação e foi submetida a uma cesariana. Prematura, a bebê ocupa um leito da UTI infantil e também está vulnerável à doença.


A mãe apresentava insuficiência respiratória aguda quando deu entrada na Meac. O quadro é preocupante para as duas. “Elas ficam internadas até evoluírem melhor”, disse ao O POVO o diretor da Maternidade, Carlos Augusto Alencar Júnior.


Não se sabe como a outra mulher contraiu o vírus. Ela mora no bairro Messejana, um dos mais populosos e de maior extensão territorial de Fortaleza. “O parto foi induzido, mas o feto já nasceu sem vida”, acrescentou o médico.


A Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) trabalha com a ideia de que as pacientes não estavam grávidas durante a campanha de vacinação contra o H1N1 para gestantes de abril de 2011.


Nenhum outro caso foi notificado em Beberibe ou na Capital. Segundo a Sesa, há doses de Tamiflu (vacina) nas duas cidades. “Era de se esperar (casos) após o Carnaval, porque há muito ajuntamento de pessoas e o tempo de incubação é de sete a 15 dias”, pondera o coordenador de Proteção e Promoção à Saúde do Governo, Manoel Fonsêca.

O quê


ENTENDA A NOTÍCIA

Tecnicamente chamada de Influenza H1N1, a gripe suína já foi diagnosticada em inúmeros países. No Brasil, o a primeira notificação ocorreu em 2009, no Rio de Janeiro. Ano passado, o município de Pedra Branca (CE) viveu surto.


Serviço


Mais informações sobre o vírus H1N1 podem ser obtidas no site da Secretaria da Saúde.


O endereço é: http://bit.ly/w3GLy0


Saiba mais


A paciente de Fortaleza chegou a ser internada no Hospital Gonzaguinha do José Walter, mas foi transferida para a Meac após apresentar complicações.

Os sintomas mais comuns da gripe A são sonolência, febre, falta de apetite e tosse. Contudo, alguns pacientes também apresentam náuseas, vômito, garganta seca, diarreia e coriza.


A recomendação da Sesa é de procurar a unidade de saúde mais próxima tão logo os sintomas apareçam.


A expectativa da Sesa é de que novos casos surjam tanto em Beberibe quanto em Fortaleza nos próximos dias. “De gente que passou o Carnaval lá, mas mora aqui”, explica Manoel Fonsêca.

Fonte: Jornal O Povo