Hospital do Coração ficará uma hora sem atendimento nesta quinta-feira (5)

188

Servidores de nível médio do Hospital do Coração de Messejana paralisarão o trabalho das 7h às 8h nesta quinta-feira (5). A atividade faz parte de um calendário de paralisações nos hospitais do Estado para exigir do governo compromissos assumidos e não cumpridos – reestruturação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) e gratificações por plantões aos finais de semana.

Outra pauta relevante para os servidores do hospital é a luta contra o assédio moral e a sobrecarga de trabalho. Segundo a secretária geral do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde (Sindsaúde), Marta Brandão, há muitos casos de servidores doentes em decorrência do assédio moral. “Tentando escapar da perseguição, há mais de 60 servidores interessados em transferência do hospital para outra unidade da Secretaria de Saúde”, afirma.

Também a sobrecarga de trabalho ocasiona doenças e levou cinco servidores à morte no próprio local de trabalho nos últimos dois anos. “O salário é insuficiente para a sobrevivência do servidor, que acaba se submetendo a trabalhar três vezes mais e fica doente”, relata.