Ignorando a urgência do Reajuste Salarial dos servidores, Sarto tirará férias e só apresentará proposta dia 27 de fevereiro

321

Na tarde desta terça-feira, 6 de fevereiro de 2024, o Sindsaúde e diversas outras entidades sindicais que representam os servidores municipais de Fortaleza realizaram um ato no Paço Municipal como parte da campanha salarial de 2024. O objetivo do encontro era pressionar a Prefeitura a atender às demandas dos trabalhadores.

Após a mobilização, os representantes das entidades sindicais foram recebidos pelo Prefeito Sarto. Estiveram presentes no encontro, além do prefeito, secretários municipais e os vereadores Didi Mangueira e Gardel Rolim. Logo no início da reunião, o prefeito já expressou desrespeito aos servidores afirmando ter “mais sensibilidade que a MATEMÁTICA permitir” desconsiderando todas as perdas que os servidores vem sofrendo.

Entre as principais reivindicações estão a reestruturação dos Planos de Cargos, Carreiras e Salários (PCCSs) e um reajuste salarial de 9,35%. Além disso, exigimos a revogação imediata do Decreto que suspende o benefício do auxílio-refeição para os servidores que recebem acima de R$ 6.000,00. Também é demandado o cumprimento dos pisos salariais vigentes, garantindo valores de referência inicial para cada categoria e o respeito ao desenvolvimento na carreira, dentre outras pautas importantes.

Mesmo diante da pressão exercida pelas entidades sindicais durante a reunião, o prefeito, parecendo não compreender a urgência de uma negociação rápida e eficaz com os servidores, prometeu apresentar uma proposta somente no dia 27 de fevereiro, enquanto ele próprio se prepara para tirar FÉRIAS.

No entanto, após sugestão das entidades sindicais, ficou acordado que antes disso, no dia 20 de fevereiro, o secretariado municipal irá se reunir com os representantes das entidades para discutir pautas prioritárias, a Mesa Central será o espaço do encontro.

Por fim, após a reunião no Paço Municipal, os servidores municipais realizaram uma assembleia geral na Praça da Bandeira, onde decidiram manter o estado de mobilização e, na tarde de hoje, 07 de fevereiro, as entidades Sindicais se reunirão, na Sede do Sindfort, para definir um calendário de mobilizações em continuidade a luta da Campanha Salarial 2024.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here