ISGH E COOPERATIVAS: um modelo de gestão que eleva os custos da saúde e alimenta relação promíscua entre o público e o privado

537


Há mais de uma década, o ISGH é utilizado pelo Governo Estadual para contratar mão-de-obra, evitando o concurso público. O Prefeito Roberto Claudio copiou o modelo. Paralelamente, os “donos” do ISGH foram sendo alçados aos postos de gestão tanto no Estado quanto na Prefeitura de Fortaleza. Matéria publicada no jornal O POVO, neste domingo, expõe as vísceras deste modelo maligno.


Uma relação promíscua que remeteu a saúde, em nosso Estado, para a UTI do caos financeiro e assistencial. A doença crônica de gestão foi agravada pela dose de cooperativas injetada pelos governos de Tasso, Lucio e Cid. O Estado do Ceará torra quase cem milhões de reais, por ano, na COOSAUDE, através de contratos de mão-de-obra cujos profissionais são órfãos de direitos trabalhistas.  Além de sangrar os cofres da saúde, esta cooperativa ainda pratica trabalho semi-escravo, indecente, precarizado. Os órgãos de fiscalização, sobretudo o Ministério Publico (Estadual e Federal) e os Tribunais de Contas fecharam os olhos para o desvio de finalidade existente nos contratos do ISGH e da COOSAUDE. 


No MPT do Ceará, por exemplo, as denúncias contra a COOPEN foram arquivadas e as contra a COOSAUDE também, pelo que parece, terão o mesmo destino.  Para saber os gastos da SESA com a COOSAUDE, acesse AQUI.   


O Governador Camilo Santana tem a responsabilidade de quebrar esta teia maligna que alimenta os contratos milionários da saúde, abrindo o diálogo para um novo modelo de feição republicana, impessoal, como deve ser a administração pública. E deve começar se livrando dos doutores dos interesses privados que se internaram no topo da gestão da saúde. Não dá para “dormir com o inimigo” e nem muito menos “colocar onça para cuidar do galinheiro”, como bem ensinam os adágios populares.


 


Clique nos links pra ver matérias publicadas no O Povo, edição deste domingo (31/05/2015):


Saúde no Ceará. ISGH, uma entidade no centro da crise Política


Crise da saúde. Alto escalão das secretarias de Saúde no CE ocupou cargos no ISGH


Transparência. Conselheiros e deputados questionam modelo de OS


 


Pra ver os gastos da SESA com a COOSAUDE, clique AQUI!