Mobilizações aglutinam servidores de nível médio da Saúde e ACS para greve no dia 2/2

194

Os servidores de nível médio da Saúde do Estado do Ceará e agentes de saúde poderão iniciar greve no dia 2 de fevereiro. Para mobilizá-los, o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde (Sindsaúde) começa uma série de manifestações nos principais hospitais estaduais de Fortaleza, a partir desta terça-feira (24), sempre às 6h30.

 

“Queremos salário digno e um PCCS que reconheça as necessidades salariais e de crescimento profissional dos servidores. O atual PCCS, de 1992, está completando 20 anos e já virou uma peça de museu, permitindo que a maioria dos servidores tenha salário base abaixo do mínimo”, denuncia nota do Sindsaúde.

 

Na pauta de reivindicações dos servidores consta ainda revogação do decreto estadual n. 29.352/2008, que trata da acumulação de cargos; publicação do resultado do estágio probatório dos concursados de 2006/2008; e pagamento de adicional de insalubridade, assistência médica e licença maternidade de seis meses para os/as agentes de saúde que foram efetivados em 2008.

Calendário das manifestações

 

24/01 – Hospital Geral de Fortaleza (HGF)

25/01 – Hospital de Coração de Messejana

26/01 – Hospital Infantil Albert Sabin

27/01 – Hospital Geral César Cals

Assembleia

 

No próximo dia 27/1, a partir das 15h, os servidores e ACS se reunirão na Secretária de Saúde (Sesa) para deliberar sobre a greve. Caso seja aprovada, a paralisação começará no dia 2/2.

Contatos:

 

Teresa Neuma Siqueira, presidente do Sindsaúde:8881.8172 / 9938.8172

Marta Brandão, secretária-geral: 8616.2653 /9938.8217

Célia Santiago, diretora: 9962.0239 / 8781.1987

Camila Queiroz, assessora de comunicação: 8600.3567