Não às mentiras e perseguição de servidores no César Cals!

137


Servidor, o Sindsaúde fará manifestação nesta quinta-feira (23), às 7h, no Hospital César Cals.

Estamos há quase duas semanas em greve, fazendo nosso movimento de maneira pacífica, respeitando a lei e pressionando o governo para cumprir nossa pauta. Nada mais justo do que essa greve.

No entanto, algumas chefias teimam em manter uma mentalidade fechada, pequena. Para certas pessoas, parece que os trabalhadores não devem ter direito à nada, nem a lutar por melhores condições de trabalho.

São esses “profissionais” que rasgam escalas e mentem para os servidores – veja a que nível chegaram, se tivessem razão, não precisariam mentir. Mas temos um recado: atenção, chefias arrogantes! O São José estava descumprindo a lei de greve e já demos uma lição neles, fazendo denúncia ao Ministério Público! Não queiram ser os próximos!

O sindicato foi informado de que uma enfermeira assedia os servidores para que não entrem em greve, fazendo ameaças de cortar o ponto dos grevistas. Outras chefias mentem, dizendo que a greve é ilegal. Enfermeiras teriam feito reunião com o Coren para mostrar as escalas organizadas pelo Sindsaúde, como se o Coren pudesse interferir nisso. Que terrorismo!

Servidores, atentem para a escala do Sindsaúde, tirem dúvidas com os diretores do sindicato. Tem muita gente interessada em enfraquecer nossa greve e a mentira, os boatos, podem contribuir para isso.

Amanhã estaremos na porta do César Cals para fazer o enterro simbólico das chefias assediadoras. Vamos dizer todos, bem forte e a uma só voz: não toleramos abusos! Venha para a luta! A greve é nossa, rumo à vitória!