Nossa greve é legal! Não se deixe enganar por boatos

102

Circulam boatos, plantados ontem no Hospital Geral César Cals (HGCC) pela enfermeira-chefe Márcia, de que a greve dos servidores de nível da  saúde foi declarada ilegal.

A assessoria jurídica do Sindsaúde pesquisou em todas as instâncias judiciais, na tarde de ontem mesmo (27/3), e não encontrou registro de nenhuma ação do ajuizada pelo Estado do Ceará contra o Sindicato questionando a legalidade da greve dos servidores de nível médio da saúde. Até porque não deixamos brecha para a ilegalidade, seguindo todos os passos determinados em lei: entregamos, com antecedência, para o Governo a pauta de reivindicações, realizamos assembléia para deliberar sobre a greve, convocada por Edital, publicamos aviso de greve, com antecedência de 72 horas e estamos mantendo um contingente de servidores trabalhando em rodízio, nos hospitais, para atender às exigências da legislação.

Não há o que temer, servidores! O que os gestores do HGCC querem é muito óbvio: desmobilizar a nossa greve, porque está cada vez mais forte, com ótima repercussão na mídia, como foi o caso do nosso ato simbólico da queima do Judas, realizado ontem, na Praça da Lagoinha.

O desespero da direção do HGCC chegou a tal ponto que estão rasgando escalas de greve, documentos elaborados pelo Sindsaúde e comando de greve justamente para garantir 30% do atendimento à população. Reforçamos que os servidores devem cumprir as escalas de greve, elaboradas, em conjunto com o comando de greve e assinadas por diretores do Sindsaúde.

Alguns servidores que estão em greve vêm sofrendo assédio moral, praticado pela direção do HGCC.  O servidor está em casa, cumprindo a escala de greve  de repent recebe uma ligação da chefia ordenando que volte ao trabalho. Esta postura da direção do HGCC constitui descumprimento da Lei de greve e o sindicato já está tomando as medidas cabíveis para que os gestores parem com esta prática que a afronta o direito de greve e a liberdade de organização dos trabalhadores.

Resista! Não volte ao trabalho, cumpra a escala de greve! Cumprindo a escala de greve, você está agindo em conformidade com a Lei. Quem está ilegal é a direção do Hospital Cesar Cals.

Assessoria Jurídica do Sindsaúde