Operadora vai investir R$ 30 milhões no Ceará em 2014

198


A Hapvida, operadora de planos de saúde cearense, anunciou ontem novo investimento no valor de R$ 30 milhões para este ano no Estado. Isto representa 25% dos R$ 120 milhões que serão aplicados em 11 estados das regiões Norte e Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe, Pará e Amazonas).


Os R$ 120 milhões serão destinados para inaugurações de hapclínicas e prontos atendimentos, além de reforma, ampliação de hospitais e de unidades em funcionamento. Para o Ceará o valor não foi revelado, mas foi concluída neste mês a hapclínica Joaquim Távora, na avenida Antônio Sales, funcionando com 20 consultórios de atendimentos eletivos em oito especialidades: Mastologia, Proctologia, Endocrinologia, Gastroenterologia, e Qtorrinolaringologia.


Com tecnologia, a operadora gasta cerca de R$ 18 milhões por ano no Brasil, segundo Candido Pinheiro Júnior, vice-presidente da Hapvida. Para os três hospitais do Ceará foram destinados cerca de R$ 4 milhões, conforme O POVO publicou em janeiro deste ano. Aproximadamente R$ 2,4 milhões para o Hospital Antônio Prudente, R$ 700 mil para o Hospital Aldeota e R$ 500 mil para o Hospital Ana Lima, em Maracanaú. “Tecnologia é o nosso principal insumo”.


No Ceará, Candido Pinheiro Jr atribui o crescimento da Hapvida aos novos clientes atendidos. “Este primeiro trimestre passamos a atender os trabalhadores vigilantes, de ônibus e de serviços de conservação”. Ele ainda disse a empresa planeja crescer 12% ao ano, ancorando-se na nova classe média brasileira.


Novidade


Sem previsão para começar a funcionar, Candido anunciou que a operadora comprou um terreno em Manaus para que um terceiro hospital seja construído, “maior que os outros dois que já existem na região”.


Outra novidade é que a empresa pretende realizar abertura de capital. “Mas em 2014 ainda não dá. Temos de analisar é um caminho natural para a empresa encontrar novas maneiras para financiar o crescimento”.


Já no Ceará, a grande aposta da Hapvida é no Pecém, em São Gonçalo do Amarante. ”Abrimos uma unidade de atendimento no Centro da cidade para proporcionar nossos serviços à empresas como a Dong Yang e Rio Verde, por exemplo”.


Em termos de cobertura, a operadora alcança 36,7% entre os planos de saúde do Estado, perdendo apenas para Pernambuco, com 43,3%, e Rio grande do Norte, com 38,2%.


Números


70% do atendimento da operada Hapvida é empresarial


34,7% é a participação de mercado da operadora no CE e 20% no NE


Saiba mais


Já está prevista uma nova unidade de Pronto Atendimento da Hapvida na Washington Soares. O local terá serviço de urgência médica e pediatria. Sem revelar o valor da obra, ele diz que o espaço terá 19 mil metros quadrados e funcionará próximo a av. Maestro Lisboa. “A unidade desafogará em 20% os serviços de emergência dos hospitais centrais, como o Antonio Prudente”, calcula.


Também foi publicado que a hapclínica de Messejana será ampliada. “As obras já começaram há 60 dias”, informou Cândido. O complexo médico na av. Heráclito Graça também será expandido, com previsão de conclusão em 90 dias. “Atualmente, são 40 mil atendimentos por mês neste complexo. Um aumento de 60% do número dos números de emergências por conta de viroses em relação a este mesmo período de 2014 (janeiro a maio)”.




A Hapvida com atuação no Norte e Nordeste, investirá mais de R$ 200 milhões para fortalecer sua rede própria de hospitais, clínicas e laboratórios, com construções previstas até 2016.


Fonte: O Povo