Portaria que exige volta ao trabalho diz respeito à Coopen!

86

A portaria 355/2013, publicada hoje (2/4) pelo secretário de Saúde, Arruda Bastos, está sendo usada indevidamente pelos diretores dos hospitais estaduais para obrigar os servidores em greve a voltar ao trabalho. Ocorre que a portaria requisita os profissionais da Coopen, cujo contrato venceu e não têm obrigação nenhuma de prestar serviços de graça, pois já estão há dois meses sem receber salário.

A portaria se destina aos profissionais da Coopen, tanto que requisita “os serviços dos profissionais de enfermagem”, e não dos servidores.

Não aceite dobra de plantão! Resista, estamos em greve!

Revoltados com a não-renovação do contrato (agora quem prestará serviços é a Coosaúde), os cooperados da Coopen paralisaram totalmente as atividades e se recusam a aderir à nova cooperativa. Com isso, o secretário de Saúde lançou a portaria e os diretores estão se aproveitando da situação para criar um clima de terror junto aos servidores, tentando coagi-los a voltar ao trabalho, dobrar plantão (o que é ilegal) e encerrar o movimento grevista.

Todos ao Hospital do Coração nesta quarta-feira (3/4)

Vamos mostrar que nossa greve está mais forte do que nunca! Amanhã, dia 3/4, nossa concentração ocorre no Hospital do Coração, a partir das 8h. Sairá ônibus do Hospital César Cals às 7h40.