Profissionais de saúde fazem protesto no Hospital da Mulher nesta quinta-feira, 12/03

100


Técnicos de enfermagem denunciam atraso nos pagamentos e a precarização dos serviços no Hospital da Mulher


Os profissionais de saúde de nível médio do Hospital da Mulher, com o apoio do Sindsaúde, realizam na próxima quinta-feira, 12 de março de 2015, a partir das 6h da manhã, manifestação em frente ao Hospital (pela Lineu Machado).  O protesto é para cobrar da prefeitura os pagamentos em atraso. Os técnicos de enfermagem estão sem receber pagamento desde janeiro de 2015. Ao todo, são cerca de 150 profissionais, entre autônomos(RPA) e cooperados(COOSAÚDE).


Os profissionais denunciam ainda a precarização dos serviços prestados na unidade de saúde. Falta o básico como luvas e toucas, o que expõe os profissionais e pacientes ao risco de doenças. Os profissionais denunciam ainda que falta energia nas enfermarias e que mesmo na UTI, há oscilações que comprometem o funcionamento dos aparelhos. Segundo ainda a denúncia dos técnicos de enfermagem, a sobrecarga de trabalho é outro problema grave. Um profissional chega a atender até 14 pacientes simultaneamente por conta da falta de técnicos para executar o serviço.


Com a manifestação desta quinta-feira, o Sindsaúde cobra da Prefeitura de Fortaleza o pagamento em atraso dos profissionais e a realização de concurso público para atender às demandas do Hospital da Mulher.


Com informações da Assessoria de Comunicação do Sindsaúde – Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Ceará