Servidores do Cariri pressionam governo para que cumpra compromissos com a categoria

167

Servidores de nível médio da Saúde do Estado lotados em Juazeiro do Norte, Jardim e Barbalha realizaram ontem (24) manifestação na 21ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) de Juazeiro do Norte para pressionar o governo a cumprir compromissos assumidos com os servidores em fevereiro deste ano.

Em reunião com o Sindsaúde, ficou acertado que o governo iria reestruturar o Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), conceder gratificação por plantões aos finais de semana também para o nível médio e pagar adicional de insalubridade aos ACS, bem como garantir licença maternidade de seis meses para as agentes de saúde. Contudo, até agora, nada disso se concretizou.

Saindo da 21ª CRES, os manifestantes foram à Câmara Municipal, onde pediram apoio dos parlamentares à causa.

Os servidores decidiram que comparecerão semanalmente à Câmara para pressionar por esta pauta junto à base aliada do governo.

Além disso, os agentes de saúde querem que os vereadores votem repasse do incentivo de 52% – expresso em porcentagem, não no valor correspondente atual (R$452,92) – e parcela extra anual (14º salário), na lei municipal, contemplando também os agentes do Estado.

“Até o governo Cid e os vereadores se curvarem e nos atenderem teremos essa mobilização toda semana”, afirmou a presidente da Associação dos ACS e diretora do Sindsaúde, Márcia Vieira.


Manifestação dia 31/5


A mobilização dos servidores de Cariri serviu como preparação para a grande manifestação que os servidores de todo o Estado realizarão no dia 31/5, no Palácio da Abolição. Haverá concentração na Avenida Beira Mar, entre as ruas Nunes Valente e José Vilar. De lá, os servidores marcharão até o Palácio para cobrar do governo os compromissos com a categoria.