Sindsaúde aguarda reunião com direção do Frotinha de Messejana

130

Os trabalhadores do Frotinha de Messejana estão sendo perseguidos pela atual gestão do hospital, sem direito de trocar ou pagar um plantão. Estão trabalhando como se estivessem sob o comando de uma ditadura.

A direção parece querer tirar direitos adquiridos com muita luta pelos funcionários/servidores. Antes, os trabalhadores tinham direito a cinco trocas de plantão durante o mês e agora não têm mais, pois a direção não aceita que paguem o plantão.

A gestão quer que as duas salas do Centro Cirúrgico funcionem, sendo que só existem trabalhadores suficientes para uma sala. Querem cobrar desempenho excelente, mas não oferecem condições de trabalho adequadas. Trabalhamos com vidas e para darmos o nosso melhor durante os atendimentos temos que receber condições do próprio hospital. 

O Sindsaúde está pedindo uma reunião com a direção do Frotinha de Messejana para quarta-feira, 5, pela manhã. Nossa pauta é a seguinte:

– Escala dos servidores lotados no Centro Cirúrgico

– Perseguição

– Troca de plantão

Queremos uma gestão humana, e não escravidão! Estamos trabalhando sob pressão dos gestores da chefia atual. Esperamos resolver esse problema.