Sindsaúde cobra da gestão Camilo Santana compromissos com a categoria

115



O governador Camilo Santana se reunirá até o dia 20 de janeiro com o Sindsaúde para discutir as pautas da categoria. Foi o que garantiu hoje Élcio Batista, o chefe de gabinete do governador, durante reunião com sindicalistas que foram ao Palácio da Abolição na manhã dessa sexta, 9, cobrar do governador compromissos assumidos na campanha.


Cerca de quarenta profissionais foram até o palácio do governo com faixas e cartazes. Uma comissão formada pela presidente do Sindsaúde, Marta Brandão, a secretária-geral do Sindsaúde, Givana Lopes, e a presidente da Associação dos Agentes Comunitários de Saúde de Caucaia, Delivânia dos Santos, foi recebida pelo chefe de gabinete do governador, Élcio Batista. Segundo ele, o governador está aberto ao diálogo e receberá o Sindicato nos próximos dias. “A reunião com Camilo Santana é fundamental para discutirmos as reivindicações da categoria, inclusive algumas delas constam numa Carta Compromisso assinada por ele”, disse Marta Brandão. Caso Camilo não receba a categoria, os agentes comunitários de saúde ameaçam parar suas atividades.


Pautas


As reivindicações contemplam a categoria dos ACS e também servidores de nível médio da saúde. Para os ACS o pagamento Piso Salarial e o adicional de insalubridade. Para servidores de nível médio a correção do cálculo da Parcela Nominalmente Identificada (PNI). Além disso a criação de uma comissão bipartite (governo e sindicato) para discutir outras demandas da saúde no estado do Ceará.


Essas pautas também foram protocoladas hoje pelo Sindsaúde na Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (Sesa).


Foto: Cristhyana Abreu