Sindsaúde participa da primeira reunião oficial da Comissão de Negociação dos Servidores da Saúde com Governo do Estado

111

Em sua primeira reunião, a comissão discutiu sobre o retorno das gratificações nos mesmos patamares que eram praticadas até dezembro de 2012.


 


Dirigentes do Sindsaúde participaram nesta sexta-feira, 10/07, de reunião na Secretaria da Saúde do Estado. Na pauta, as demandas dos servidores da saúde de nível médio. A reunião foi a primeira realizada após publicação da Portaria 83/2015 no dia 16 de junho de 2015 no Diário Oficial do Estado, instituindo oficialmente a comissão, criada durante o Encontro de Servidores, promovido pelo Sindsaúde no dia 14 de março de 2015. A comissão é composta por quatro representantes do Sindsaúde, seis servidores representando os hospitais estaduais e três representantes do Governo do Estado(Secretaria da Saúde, Secretaria do Planejamento e Procuradoria Geral do Estado).


 


Participaram da reunião o secretário executivo da saúde, Rennys Frota, a assessora jurídica da SESA, Fátima Nogueira, a Coordenadora de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde, Silvana Martins, e, representando o Sindsaúde, os dirigentes Marta Brandão e Messias Carlos, além dos servidores Fábio de Lima( Hospital do Coração), Silvana dos Santos(HGF) e Maryane Barros Xavier(Hospital São José).


 


A pauta em discussão nesta primeira reunião foi o retorno das gratificações dos servidores para os mesmos patamares que eram praticados até dezembro de 2012. 


 


Além dessa discussão, a pauta dos servidores da saúde do Estado prevê ainda a realização de concurso público, implantação de pisos salariais para os ATS(Grupo ocupacional de atividades Auxiliares da Saúde), unificação da produtividade para todos os níveis e funcionamento das comissões da produtividade, além das 60 horas extras e GITQ para os servidores do SAMU.


 


De acordo com a portaria, a comissão tem 120 dias para dar os encaminhamentos à pauta de reivindicações da categoria. Para o dirigente do Sindsaúde, Messias Carlos, a criação desta comissão é uma resposta aos servidores, que há cerca de três anos cobravam mais participação na discussão das demandas da categoria. “O Governador Camilo Santana está cumprindo mais um compromisso assumido com o Sindsaúde. Acredito que com uma maior participação dos servidores, vamos avançar mais rapidamente nas negociações da pauta de reivindicações da categoria”- afirmou.


 


A próxima reunião da comissão ficou marcada para o dia 17/07, sexta-feira, às 9 horas da manhã, na Secretaria da Saúde do Estado.


 


Com informações da Assessoria de Comunicação do Sindsaúde – Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Ceará