Suspensão de planos de saúde é iniciada

138

Médicos do Acre, Bahia, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rio Grande do Norte, São Paulo e Sergipe suspenderam ontem o atendimento a pacientes de planos de saúde. A paralisação, em alguns casos, pode durar até 15 dias.

Este é o quarto cancelamento anunciada pela categoria em dois anos. De acordo com o Conselho Federal de Medicina (CFM), no período, deixarão de ser realizadas consultas e cirurgias eletivas.

Segundo o Conselho, os pacientes foram informados previamente sobre a paralisação e terão de remarcar o atendimento. Serviços de urgência e emergência vão ser mantidos durante o movimento.

Além do reajuste de honorários de consultas e de outros procedimentos, a pauta de reivindicações inclui a inserção, em contrato, dos critérios de reajuste, com índices definidos e periodicidade e o fim da intervenção dos planos na relação médico-paciente.

Fonte: Agências