Trabalhadores devem paralisar hoje e amanhã

181

Hoje e amanhã devem continuar as mobilizações dos operários da construção civil. As obras do Vila do Mar, projeto da Prefeitura de Fortaleza, estenderam-se e foram interrompidas durante o dia de ontem. Para amanhã, está marcada uma reunião com o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon-CE) para definir os rumos de uma greve. Ontem cerca de 1.200 trabalhadores paralisaram durante duas horas as obras de quatro canteiros em Fortaleza.

Os trabalhadores realizaram uma mobilização que partiu de vários pontos da cidade e se concentrou na praça Antonio Alves Linhares, no Carlito Pamplona. Os operários do Vila do Mar reclamaram de assédio moral e de atraso no repasse dos valores relativos à produtividade. Houve reunião entre diretores do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil da Região Metropolitana de Fortaleza (Sticcrmf) e representantes da construtora Celi, responsável pelas obras.

O gerente administrativo da construtora Celi, Nelson Rodrigues, disse que a empresa vai apurar as denúncias e solucionar outros problemas.

Os trabalhadores saíram em passeata da rua Jacinto Matos, passando pela São Paulo, Pedro Clemente, até a avenida Francisco Sá na manhã de ontem e terminou na praça Antonio Alves Linhares, no Carlito Pamplona.