Sindsaúde pede apoio de senadores cearenses para aprovação do PL do piso da enfermagem

590

O Sindsaúde Ceará, junto ao Coren Ceará e Senece, está buscando o apoio dos senadores cearenses para a aprovação do projeto de Lei 2564/2020, que institui o piso salarial dos profissionais da enfermagem e a jornada de 30 horas semanais.

Uma carta foi enviada aos senadores Cid Gomes, Tasso Jereissati e Eduardo Girão, da bancada cearense. O senador Cid Gomes, após contato com a presidente do Sindsaúde, Marta Brandão, e com a presidente do Coren Ceará, a vereadora Ana Paula Brandão, manifestou publicamente em suas redes sociais o apoio para que o PL do piso da enfermagem seja pautado. “É o mínimo que podemos fazer em retribuição ao que eles vem fazendo pelos brasileiros”- concluiu o senador Cid Gomes na postagem.

Senador Cid Gomes manifesta apoio ao PL do Piso da Enfermagem em rede social, em 22/04.

A luta pelas 30 horas e pelo piso nacional já dura cerca de vinte anos. O projeto de Lei 2564/2020, que institui o piso salarial dos enfermeiros (as), técnicos (as) e auxiliares de enfermagem chegou ao Senado e precisa de apoio para entrar em votação e ser aprovado.

Regulamentar um piso salarial para a categoria é garantir que milhares de profissionais e suas famílias possuam renda digna para sobreviver. Garantir uma jornada de trabalho com 30 horas semanais é permitir que os trabalhadores tenham o repouso necessário ao exercício profissional livre dos riscos ocasionados pela jornada exaustiva.

A presidente do Sindsaúde, Marta Brandão, comemorou o apoio recebido. “Regulamentar o piso da enfermagem é reconhecer o valor desses profissionais que tem tido papel fundamental no combate à pandemia, pondo em risco a própria vida. Agora, vamos buscar o apoio dos outros senadores” – afirmou. Os baixos salários em uma profissão que exige tanta dedicação e esforço tem levado trabalhadores à exaustão, já que os mesmos precisam recorrer às duplas jornadas e, mesmo fora da área da saúde, precisam realizar outros trabalhos para assegurar uma maior renda.

Confira abaixo a carta enviada aos senadores cearenses:

3 COMENTÁRIOS

  1. Digo sim a uma carga horária digna e carga horáriao reduzido ! Pois só quem sabe o qual valor tem nossa profissão quem já foi cuidado por nós da enfermagem. Sabe porque não fazemos greve no momento que mais o povo precisa? Fizemos um juramento e vamos cumprir, por respeito a vida…

  2. Digo sim a um salario digno e carga horáriao reduzida ! Pois só quem sabe o qual valor tem nossa profissão é quem já foi cuidado por nós da enfermagem. Sabe porque não fazemos greve no momento em que mais o povo precisa? Fizemos um juramento e vamos cumprir, por respeito a vida…

  3. Digo sim a um salario digno e carga horáriao reduzida ! Pois só quem sabe o qual valor tem nossa profissão é quem já foi cuidado por nós da enfermagem. Sabe porque não fazemos greve no momento em que mais o povo precisa? Fizemos um juramento e vamos cumprir, por respeito a vida…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here