A direção lamenta a morte da ex-presidente do Sindsaúde Ceará e servidora da saúde do Estado, Maria de Oliveira Alves

515
Maria de Oliveira Alves foi presidente do Sindsaúde Ceará entre os anos de 1994 e 2003.

A diretoria do Sindsaúde Ceará lamenta profundamente o falecimento de sua ex-presidente, Maria de Oliveira Alves, ocorrido na tarde da última terça-feira (26/01), aos 72 anos de idade.

Militante em defesa do Sistema Único de Saúde e da Saúde Pública, da Justiça e da transformação social; fraterna; solidária, inspiradora da participação das mulheres nas lutas da categoria da saúde, são algumas das qualidades e valores que marcaram toda a vida de Maria Oliveira e que são lembrados pelos amigos(as) e companheiros(as).

Maria Oliveira era servidora pública estadual da saúde. Um dos primeiros locais onde atuou foi o Hospital Gonzaguinha do José Walter, onde trabalhava como auxiliar de enfermagem. Foi lá que, no ano de 1977, em plena ditadura militar, se filiou ao Sindsaúde. Com a queda do regime dos generais e a retomada da liberdade e da reorganização dos trabalhadores, Maria desperta para as lutas da categoria e logo é convidada para integrar a diretoria da entidade e não demorou pra assumir a presidência por três mandatos, entre os anos de 1994 e 2003.

Esse período foi de muitas conquistas para os trabalhadores da saúde, destacando-se a luta vitoriosa que conquistou o concurso público para a saúde do Estado, em 2006 e a compra do sitio do Sindsaúde em Beberibe.

Em 2013, Maria Oliveira foi homenageada pelo Sindsaúde, tendo recebido a Comenda “72 anos de lutas”, durante a festa de aniversário do Sindicato.

Sempre preocupada com a saúde da classe trabalhadora, Maria Oliveira, antes de se aposentar, atuou no Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (Cerest/CE), onde exerceu a função de secretária executiva do Conselho Gestor do órgão.

Quem pensou que, com a aposentadoria, seria a hora de descansar, enganou-se! Solidária na essência, Maria se engajou na luta pela solidariedade ao povo cubano e foi convidada pra integrar a diretoria da Casa de Amizade Brasil-Cuba, no Ceará e chegou a ir à Cuba em duas missões brasileiras.

Neste momento de grande dor, a diretoria do Sindsaúde Ceará presta os mais sinceros sentimentos de solidariedade aos familiares e amigos(as).

7 COMENTÁRIOS

  1. Muito triste pela partida dessa valorosa liderança sindical. Abraços fraternos para os familiares e para a categoria dos servidores da saúde no estado do Ceará.

  2. Grande e valorosa companheira de todas as lutas. Vai fazer muita falta essa camarada. Maria Alves, FOI UM PRESENTE PARA NÓS E ESTARÁ PRESENTE SEMPRE. VAI NA PAZ CAMARADA, ATE UM DIA.

  3. Um dia de tristeza pois muito do que aprendi no movimento sindical devo a ela pois vim pra direção do Sindsaude a convite dela e me ensinou a lutar por direitos dos nossos representados que Deus conforte a todos por essa perda tão dolorosa pra todos que convivemos com ela , Maria de Oliveira, Presente.

  4. Eternas saudades! Maria sua missão na terra foi de lutas e de ensinamentos. Que deixou bons aprendizado. E ficará sempre vivas na memoria de cada um. Pois os mortos não são invisíveis, mas estara sempre ausente. Que descanse em paz e Deus conforte toda a familia.

  5. Eternas saudades! Maria sua missão na terra foi de lutas e de ensinamentos. Que deixou bons aprendizado. E ficará sempre vivas na memoria de cada um. Pois os mortos não são invisíveis, mas estara sempre ausente. Que descanse em paz e Deus conforte toda a familia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here