Após protesto, Prefeitura de São Gonçalo deposita em conta judicial um milhão de reais para pagamento de trabalhadores

154

Os recursos são para o pagamento de verbas rescisórias de 80 trabalhadores demitidos pela Fundação Leandro Bezerra. Eles atuavam no hospital municipal e na UPA do Pecém e foram desligados em novembro do ano passado.

O prefeito Marcelo Teles compareceu ao ato e se comprometeu a fazer o depósito no mesmo dia, em 27/01.

Depois do protesto realizado em frente à Prefeitura de São Gonçalo do Amarante na manhã desta quinta-feira, 27/01, em que o prefeito compareceu e prometeu depositar o dinheiro para pagamento dos trabalhadores demitidos pela Fundação Leandro Bezerra, o depósito foi realizado em conta judicial ainda no final da tarde do mesmo dia.

Comprovante do depósito de R$ 1.000.000,00 em conta judicial, em 27/01.

De acordo com o comprovante bancário, o depósito de um milhão de reais foi realizado às 16h23. Os recursos serão usados para pagar as verbas rescisórias de 80 trabalhadores demitidos pela Fundação Leandro Bezerra depois que a prefeitura substituiu a Fundação por outra entidade para gerir a Hospital Municipal e a UPA do Pecém.

Ao todo, foram 200 trabalhadores demitidos. 120 já tinham recebido as verbas rescisórias após ação do Sindsaúde Ceará na Justiça.

Confira o comunicado feito pela presidente do Sindsaúde Ceará, Marta Brandão, logo que teve acesso ao comprovante bancário do depósito:

https://www.instagram.com/reel/CZP9Qsjqwq7/?utm_source=ig_web_copy_link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here