Aprovado novo piso dos agentes comunitários de saúde e combate às endemias de Fortaleza

218

A mensagem implantando o piso de dois salários mínimos foi encaminhada pelo prefeito Sarto após muita pressão dos trabalhadores. Já a mensagem do Estado está travada na AL.

Imagem Reprodução CMF

Dirigentes do Sindsaúde acompanharam nesta quarta-feira, 03/08, na Câmara Municipal de Fortaleza, a votação da mensagem que implanta o piso de dois salários mínimos para os ACE e ACE do município. Com o reajuste, o piso que hoje é de R$ 1.550,00 vai passar a R$ 2.424,00.

Ao todo, em Fortaleza, são cerca de 2.300 ACS e cerca de 1.400 ACE que terão um impacto positivo em suas remunerações, com a atualização do salário base, no qual passarão a incidir as progressões previstas no PCCS das categorias. “Esta é uma importante vitória, que deve inclusive gerar um efeito cascata com outras prefeituras garantindo também esse reajuste” – afirmou o diretor do Sindsaúde, Glayson Melo, que também é agentes de combate às endemias. “Esperamos garantir essa mesma conquista em todos os municípios e para os ACS vinculados ao Governo do Estado” – afirmou.

ACS do Estado

Protesto no Palácio do Governo pela aprovação do novo piso dos ACS do Estado, em 26/07.

A mensagem da governadora Izolda implantando o novo piso dos ACS já está em tramitação na Assembleia Legislativa, aguardando votação, mas há um impasse. A oposição apresentou proposta coletiva com emendas à mensagem. O Sindsaúde também encaminhou propostas de emenda à mensagem pedindo as seguintes alterações: a retirada de um trecho que vincula o pagamento do novo piso ao repasse de verbas federais e a inclusão da garantia do pagamento retroativo ao mês de maio, que não consta na mensagem original. O Sindsaúde acompanha a tramitação da matéria.

Desde que a EC 120 foi aprovada no Congresso, o Sindsaúde Ceará, junto às lideranças representativas da categoria no interior do Estado, pressiona governo e prefeituras para a atualização do piso, que agora passará a R$ 2.424,00.

Ao todo, são cerca de 6 mil ACS vinculados ao Estado que devem ser beneficiados com a implantação do piso nacional de dois salários mínimos.

Confira a conversa do diretor Quintino Neto com a vereadora Enfermeira Ana Paula logo após aprovação do novo piso para ACS e ACE de Fortaleza:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here