Caucaia – Em audiência, prefeitura anuncia que reteve valores para pagamento parcial de demitidos

126

A diretora do Sindsaúde Ceará, Regina Moraes, e o assessor jurídico, Vianey Martins, participaram de audiência virtual na Justiça do Trabalho nesta segunda-feira, 07/02.  A audiência de mediação, solicitada pelo Sindsaúde Ceará, foi para tratar sobre o pagamento das verbas rescisórias dos cerca de 200 trabalhadores da saúde que prestavam serviço nas duas UPAs de Caucaia e foram demitidos pela Fundação Leandro Bezerra em janeiro passado.

Na audiência, representantes da gestão municipal de Caucaia informaram que já foram retidos R$ 2.400.000,00 relativos aos serviços prestados pela Fundação Leandro Bezerra. Ficou acertado, então, que o município de Caucaia irá depositar, no prazo de dez dias, na Justiça, este valor, que será destinado ao pagamento das verbas rescisórias dos ex-empregados da FLBM, lotados na UPA Caucaia Centro e na UPA Jurema.

Trabalhadores demitidos cobram verbas rescisórias em Caucaia, em 28/01.

Ficou acertado ainda que também no prazo de dez dias, a Fundação deverá apresentar os valores das verbas rescisórias de cada um. Depois, haverá mais um prazo de cinco dias para conferência por parte do sindicato. O assessor jurídico do Sindsdaúde, Vianey Martins, deixou claro que o valor de R$ 2.400.000,00 anunciado como retido é insuficiente para o pagamento total devido aos duzentos trabalhadores. “Pelos cálculos que fizemos, serão necessários mais de R$ 3.000.000,00 para assegurar o pagamento de todas as verbas rescisórias desses trabalhadores” – afirmou.

A representante da Fundação Leandro Bezerra informou que não dispõe sequer de mais nenhum recurso para pagar as verbas rescisórias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here