Em assembleias presenciais e virtuais, enfermagem cearense aprova proposta de emenda ao PL 2564

822

Assembleias foram realizadas em Fortaleza, de forma presencial, e de forma virtual com trabalhadores dos demais municípios do Ceará.

A luta pelo piso da enfermagem com jornada de 30 horas continua e dá mais um importante passo. Trabalhadoras(es) da enfermagem do nível médio do Ceará, em assembleias realizadas pelo Sindsaúde Ceará nesta quarta-feira, 22/09, aprovaram por unanimidade a proposta de emenda da senadora Eliziane Gama(MA) ao Projeto de Lei 2564, que cria o piso nacional da enfermagem para a jornada de 30 horas semanais.

A assembleia presencial foi realizada na Praça do Ferreira, onde a presidente do Sindsaúde, Marta Brandão, apresentou a proposta da senadora Eliziane Gama(MA), que foi construída com a participação de sindicatos e conselhos de enfermagem.

Na sequência, às 19h, pela plataforma Zoom, uma assembleia virtual com a participação de trabalhadores do nível médio da enfermagem de vários municípios cearenses foi realizada, repetindo o mesmo resultado, com a aprovação por unanimidade da proposta.

A proposta de emenda ao PL 2564 fixa pisos para enfermeiras(os) auxiliares e técnicas(os) de enfermagem vinculados à jornada de 30 horas semanais. Confira abaixo a tabela com os valores dos pisos, calculados dentro da previsão de proporcionalidade previsto na emenda.

O piso para Técnico de Enfermagem, de acordo com proposta de emenda da senadora Eliziane Gama, ao PL 2564, equivale a 70% do piso para enfermeira. Já o piso do Auxiliar da Enfermagem equivale a 50% desse mesmo valor. Esses valores aumentam na mesma proporção em que aumenta a carga horária desses profissionais.

Além de fixar os pisos, a proposta prevê reajustes anuais para a categoria de acordo com o índice da inflação, o INPC.

Confira o momento da aprovação por unanimidade na Praça do Ferreira

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here