Enfermagem do Setor Privado Nas Ruas: A Luta pelo Piso Não Acabou

73

Dois anos após a aprovação da Lei Federal do Piso Salarial da Enfermagem, o cenário continua desolador para muitos profissionais do setor. Apesar dos lucros bilionários das instituições privadas de saúde, que prosperam graças ao trabalho árduo da categoria, o cumprimento do piso salarial ainda é uma realidade distante. Em resposta a essa injustiça, o Sindsaúde, com a enfermagem do setor privado, tomou as ruas de Fortaleza em uma manifestação.

A caminhada iniciou no Hospital Unimed Fortaleza, passou pelo Hapvida Antônio Prudente e culminou na Uniclic. A escolha desses locais reflete a resistência dessas instituições de saúde privada em implementar o piso salarial, perpetuando a exploração e desrespeito às condições de trabalho. Além de salários injustos, a enfermagem enfrenta a falta de reajustes dignos e diversas formas de negligência, desde a sobrecarga de trabalho até condições inadequadas de alimentação e descaso.

Vale ressaltar que, na última decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), ficou estabelecido que o piso salarial deve ser negociado dentro dos acordos e convenções coletivas de trabalho. No entanto, os empregadores não têm apresentado propostas que realmente valorizem a enfermagem conforme a lei, oferecendo valores muito abaixo do esperado.

A luta pelo piso salarial não é apenas econômica, mas também um reconhecimento do valor humano e profissional da enfermagem. A luta continuará até que esses direitos sejam plenamente reconhecidos.

A Enfermagem Salva Vidas, o Piso Salarial Garante a Nossa Sobrevivência!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here