Gonzaguinha de Messejana – Ameaça de fechamento de hospital é tema de audiência pública com vereadores

72

O Sindsaúde Ceará participou na manhã desta quarta-feira, 08/06, de audiência pública na Câmara Municipal de Fortaleza. Em debate, a ameaça de fechamento da unidade de saúde, que hoje é referência no atendimento de gestantes. A audiência foi solicitada pela Comissão de Saúde da Câmara Municipal, e contou com a participação de usuários, trabalhadores e entidades sindicais.

O vereador Danilo Lopes presidiu a sessão, que contou ainda com a participação das vereadoras Enfermeira Ana Paula, Larissa Gaspar e Adriana Nossa Cara, além do vereador Guilherme Sampaio. Representando o Sindsaúde Ceará na mesa, estava o diretor do Sindsaúde Ceará, Quintino Neto, que falou em defesa dos trabalhadores e usuários do SUS. “Os trabalhadores e a população merecem respeito e o atendimento precisa ser mantido”, afirmou.

O presidente da Comissão de Saúde, vereador Danilo Lopes (Avante), deu como encaminhamento a formação de uma Comissão de representantes dos movimentos sindicais, profissionais da unidade e sociedade civil, para dialogar com a Secretaria Municipal de Saúde sobre o projeto de reforma e de transição dos servidores.

A população da Grande Messejana ainda sofre com a suspensão dos atendimentos no Frotinha de Messejana e agora vive uma nova ameaça: o fechamento do Hospital Gonzaguinha de Messejana. Além das trabalhadoras e trabalhadores da unidade, quem mais vai sofrer se isso ocorrer são as gestantes, que buscam socorro nesta unidade de saúde. Diante da ameaça, sobra medo e incerteza.

Raylene Lima, no oitavo mês de gestação, está apreensiva. Ela faz o pré natal no Hospital Gonzaguinha de Messejana, onde busca socorro quando a pressão sobe. Agora, teme ficar sem o atendimento. “Não sei o que vai ser de mim e do meu filho se não tiver atendimento aqui. Moro aqui perto e quando preciso corro pra cá” – comenta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here