Justiça anula transferência arbitrária de servidor de Iguatu

455

Após ação impetrada pelo Sindsaúde Ceará, o trabalhador vai retornar ao local de trabalho de origem.

O servidor público Ringoberto Ferreira tinha sido transferido arbitrariamente há cerca de um ano.

O trabalhador Ringoberto Ferreira Lima, vigilante e servidor público da Prefeitura de Iguatu está celebrando este fim de ano com uma vitória na Justiça. Após ação impetrada pelo Sindsaúde Ceará, ele vai poder voltar ao seu local de trabalho, de onde foi transferido arbitrariamente há cerca de um ano.

Ringoberto acredita que sua transferência se deu por conta de perseguição política. Com a transferência da zona rural, onde reside, para o CAPS 3, na sede do município, ele teve sua rotina dificultada. O ato da transferência foi anulado em decisão do Tribunal de Justiça, em 30/11, e ele deve voltar a atuar na UBS da Vila Fomento, próxima à sua residência. “Sou muito grato ao Sindsaúde, que através da assessoria jurídica, na pessoa do advogado Alan Bezerra, garantiu essa conquista que corrige uma injustiça praticada contra mim. Graças a esta decisão, logo estarei de volta ao meu local de trabalho” – afirmou.

A diretora do Sindsaúde Ceará, em Iguatu, Josefa Sobreira, comemora a conquista. “Não podemos aceitar nenhum tipo de perseguição contra os trabalhadores. A Justiça foi feita e esta é mais uma conquista para todos nós que fazemos o Sindsaúde Ceará” – concluiu.

Confira vídeo:

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here