Senador cearense fica em cima do muro e prefere não opinar sobre piso nacional da enfermagem

618

Uma carta foi encaminhada aos três senadores cearenses. Até agora, o único a manifestar publicamente apoio ao projeto de lei que cria o piso da enfermagem foi o senador Cid Gomes.

Em email encaminhado ao Sindsaúde Ceará, a assessoria do senador cearense Luiz Eduardo Girão afirma que ele só irá se posicionar sobre o PL do Piso da Enfermagem na hora da votação. A declaração foi em resposta à carta enviada pelo Sindsaúde Ceará, pedindo apoio para articulação e votação do PL 2564/2020 que se encontra no Senado aguardando votação. O senador afirma que, como membro titular da CPI da Covid-19, está dedicado a este trabalho. Um trecho do email afirma que “o senador Girão considera essencial o trabalho da categoria, principalmente nesse momento de pandemia, bem como o de todos os profissionais da área da saúde”. Mesmo assim, ele prefere ficar em cima do muro e não manifestar apoio a um salário digno aos profissionais da enfermagem.

“Precisamos do apoio claro e objetivo dos senadores cearenses para que essa matéria seja votada e aprovada” – afirma Marta Brandão, presidente do Sindsaúde Ceará. Os profissionais da enfermagem estão na linha de frente contra a Covid-19, pondo em risco suas vidas e de seus familiares. “Esta pauta é urgente e precisamos saber quem está verdadeiramente comprometido com a defesa da vida e com a valorização desta categoria, tão essencial, como tem revelado esta pandemia” – concluiu.

A luta pelas 30 horas e pelo piso nacional já dura cerca de vinte anos. O projeto de Lei 2564/2020, que institui o piso salarial dos enfermeiros (as), técnicos (as) e auxiliares de enfermagem e a jornada de 30 horas semanais chegou ao Senado e precisa de apoio para entrar em votação e ser aprovado.

Regulamentar um piso salarial para a categoria é garantir que milhares de profissionais e suas famílias possuam renda digna para sobreviver. Garantir uma jornada de trabalho com 30 horas semanais é permitir que os trabalhadores tenham o repouso necessário ao exercício profissional livre dos riscos ocasionados pela jornada exaustiva.

2 COMENTÁRIOS

  1. Os senadores cearense precisam se posicionar a favor da classe trabalhadora, entender que legislar para o capital não é a melhor resposta a sociedade, pois são os trabalhadores que levam esse país. O capital pode financiar muitas coisas mais esse país foi construido pelas mãos de pessoas, isso é fato desde a época do engenho, do periodo escravocrata. A enfermagem está em meio a todas as guerra oficiais e não oficiais, precisamos desse reconhecimento, dessa valorização. Investir em pessoas para que possamos desenvolver a nossa prática. A enfermagem com sua prática melhoram as ações em saúde. #2564/2020

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here