Servidores da saúde de Fortaleza vão ao Paço Municipal em campanha salarial

266

Dirigentes do Sindsaúde Ceará, acompanhados de representantes das entidades que compõem a Frente Sindical – FERSEP-FOR, e Sindifort foram até o Paço Municipal nesta terça-feira, 01/06, para pressionar o prefeito pela abertura de negociações dentro da campanha salarial dos servidores da saúde de Fortaleza. A pauta de reivindicações da categoria foi protocolada ainda no mês de janeiro, mas até agora não houve avanço.

Além do reajuste salarial para recompor as perdas que já chegam a 14,73%, os sindicalistas cobram reajuste do auxílio-refeição do atual valor unitário de R$ 13,00 para R$ 25,00 (vinte e cinco reais); a imediata reestruturação dos Planos de Cargos Carreiras e Salários dos Servidores e Empregados Públicos de Fortaleza, a manutenção da Lei que institui a política de prevenção e combate ao assédio moral no âmbito da Administração Pública Municipal, maior aporte financeiro para o IPM Saúde objetivando melhorias nos serviços ofertados e concurso público, como forma de evitar a precarização decorrente das terceirizações dos serviços ofertados à população e as 32 horas.

Uma comissão das entidades representativas foi recebida pelo articulador político de Fortaleza, Ésio Feitosa, que recebeu as pautas e ficou de buscar uma audiência com o prefeito Sarto Nogueira até a próxima sexta-feira, 04/06.

Caso o prefeito não dê retorno até sexta feira, as entidades prometem voltar ao Paço com mais um ato na quarta-feira, 09/06. Desta vez, será um businaço às 9h da manhã. “Estamos mobilizando servidores da saúde de Fortaleza para que fiquem atentos à nossa agenda para que venham se somar à luta” – afirmou Marta Brandão, presidente do Sindsaúde Ceará.

Confira alguns registros do ato realizado nesta terça-feira, 01/06.

Imagens – Cristhyana Abreu

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here