Sindsaúde Ceará participa da primeira reunião da mesa de Negociação Permanente do SUS de Fortaleza em dia de manifestação

116

Nesta quinta-feira, 20/01, os Diretores do Sindsaúde Glayson Melo e Quintino Neto, estiveram reunidos virtualmente junto a Gestão Municipal da Saúde, na Mesa Municipal de Negociação Permanente do SUS.

Enquanto isso, a Presidente do Sindsaúde Ceara, Marta Brandão, organizava a luta dos servidores do concurso de 2015 (Técnicos em Enfermagem, Auxiliares e Técnicos em Saúde Bucal), pela Educação Permanente, que estiveram em manifestação em frente ao prédio da SMS.

Sobre as pautas abordadas na reunião virtual:

  • REESTRUTURAÇÃO DO PCCS DAS CATEGORIAS DA SAÚDE

Diante da necessária e urgente reestruturação do PCCS das categorias da saúde de Fortaleza, estabeleceu-se uma reunião entre as entidades sindicais que representam os servidores, para definir a composição de um Grupo de Trabalho – GT (bancada de servidores), assim buscando iniciar o calendário de reuniões objetivando avançar nesta demanda junto a gestão da SMS (Bancada dos gestores).

  • PREVINE BRASIL;

Após uma breve explanação pela Sra. Nádia que é responsável técnica pelo Previne Brasil na SMS, a gestora confirmou os valores já apresentados pelo Sindsaúde aos profissionais da APS, e informou que o setor tem se empenhado para garantir o primeiro pagamento com brevidade, contudo, alegou que apenas seria possível pagar o Previne Brasil na folha de março (recebimento apenas em abril), o que foi firmemente rejeitado pelos diretores presentes, que abordaram o desrespeito que isso significaria diante de todo o desgaste e adoecimento dos servidores, que aguardam esse alento financeiro.

Diante da pressão a Secretária Adjunta Dra. Aline Gouveia disse que iria direcionar mais um técnico objetivando a garantia do pagamento desta gratificação na folha de fevereiro (recebimento em março).

  • EDUCAÇÃO PERMANENTE

Segundo a gestão, será apresentada até o dia 20 de fevereiro, nova minuta de Portaria de Educação Permanente, prevendo a isonomia de tratamento dentre os profissionais componentes da APS, desde que, dentro da legalidade.

Tal mudança, deve-se ao término do Plano Municipal de Saúde de Fortaleza que teve vigência entre 2018 a 2021, vencendo assim no final de 2021.

Ressalta-se a importância da participação dos servidores que estiverem em manifestação nessa manhã em frente a SMS, como forma de pressionar a resolução desta reivindicação. “É importante os servidores se manterem mobilizados, fazendo pressão no governo nas redes sociais e nas agendas do prefeito. Na próxima semana iremos chamar assembleia virtual para decidirmos uma agenda de mobilizações. Se até o dia 21 de fevereiro a secretária não encaminhar a proposta da Educação Permanente prevendo a isonomia de tratamento, no dia 22 estaremos de volta na SMS”. Afirmou Martinha Brandão, presidente do Sindsaúde Ceará.

  • PLATAFORMA DE EDUCAÇÃO PERMANENTE

– Não serão cobrados os cursos para a categoria, para a comprovação de adesão na plataforma de Educação Permanente para os ACS e ACE que ainda estejam vinculados, segundo Dra. Ivanilia Timbó, estar vinculado na plataforma significa ter oportunidade de fazer cursos.

  • AFASTAMENTO DE SERVIORES COM COMORBIDADES E GESTANTES

Sobre afastamento dos servidores com comorbidades e gestantes, bem como as visitas domiciliares (Peridomiciliares) dos ACS e ACE, serão emitidas notas técnicas em abordagem a estes temas, segundo a gestão já estão sendo finalizadas.

  • PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DAS AÇÕES DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE (PQA-VS)

A pauta do PQA-VS foi acatada sugestão de voltar a discutir na próxima reunião da MMNP-SUS.

Só a luta será capaz de promover as mudanças que precisamos!

A saúde resiste!

Confira as imagens do Ato de hoje na SMS

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here