Ato em memória das vítimas da Covid-19 e caminhada pelo centro marcam Dia de Luta pelo piso da enfermagem no Ceará

296

As atividades começaram cedo na Praça da Bandeira, seguindo com caminhada que passou pelo IJF, terminando na Praça do Ferreira. As atividades foram transmitidas ao vivo pelas mídias sociais do Sindsaúde Ceará.

Ao fundo, uma enorme faixa anunciava que, apesar do luto, trabalhadores da enfermagem estão na luta pela vida e por valorização. No campo de areia, localizado na Praça da Bandeira, em frente à Faculdade de Direito da UFC, cruzes simbolizavam as mais de 500 mil vidas perdidas para a Covid-19. Mortes que poderiam ter sido evitadas se as ações de prevenção e imunização não tivessem sido negligenciadas pelo governo federal. Entre as perdas, um mapa do Ceará destacava os nomes de 37 profissionais da enfermagem que perderam a batalha da vida para o coronavírus. A intervenção chamou a atenção de quem passou pela praça e ganhou repercussão na imprensa.

Em seguida, às 9h da manhã, foi realizado um ato unificado com representações dos profissionais da enfermagem do Sindsaúde Ceará, Sindifort, Senece e Assec. Com todos os cuidados necessários, com uso de máscaras e higienização das mãos, enfermeiras, técnicas e auxiliares de enfermagem se concentraram na Praça da Bandeira, saindo em caminhada até o Instituto José Frota, IJF, de onde seguiram pelas ruas do centro até a Praça do Ferreira.

A atividade fez parte do calendário de mobilizações pela valorização da enfermagem. O objetivo é mostrar que, apesar do luto, a categoria segue na luta e tem energia para pressionar o senador Rodrigo Pacheco pela colocação em pauta no Senado do PL 2564, do piso da enfermagem e jornada de 30 horas semanais.  O Projeto de Lei, de autoria do senador Fabiano Contarato, tem pedido de urgência assinado por 77 dos 81 senadores, mas precisa de decisão do presidente da casa para entrar na pauta. Dos quatro senadores que não manifestaram apoio para que a matéria seja pautada, um é o cearense Luiz Eduardo Girão. Os senadores Cid Gomes e Tasso Jereissati assinaram o pedido de urgência e manifestaram apoio para que o PL 2564 entre na pauta do Senado.

O Sindsaúde realizou ainda atividades nos municípios de Iguatu e Sobral.

Para a presidente do Sindsaúde, Marta Brandão, a atividade foi um sucesso e a mobilização vai continuar com a criação da Frente Estadual pela Valorização da Enfermagem, que será realizada na sexta-feira, 09/07, às 09h00 no auditório do Sindsaúde Ceará. “Vamos nos unir ainda mais em busca de todo o apoio possível de entidades representativas dos trabalhadores e parlamentares” – afirmou. “Nunca estivemos tão perto desta conquista e vamos aumentar a pressão para que o PL seja discutido e aprovado para que o governo possa finalmente saldar essa dívida histórica com a enfermagem brasileira” – concluiu.

Confira alguns dos melhores momentos desse evento nas imagens de Cristhyana Abreu:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here