Ato no Hospital César Cals denuncia superlotação na unidade e atraso no pagamento dos trabalhadores

166


O Sindsaúde realizou na manhã desta terça-feira, 28/07, um ato em frente ao Hospital Cesar Cals, no Centro de Fortaleza. O objetivo foi denunciar a situação precária que afeta a vida de profissionais da saúde e a população atendida neste hospital.


 


Além do atraso no pagamento dos profissionais cooperados à COOSAÚDE, os sindicalistas denunciam a superlotação na unidade, que atende cerca de 30 mulheres na sala de parto que tem capacidade para atender dez pacientes. Muitas mulheres são atendidas em macas no chão, sem as mínimas condições de higiene. 


Profissionais e acompanhantes denunciam ainda que falta água para o banho das pacientes e sobra descaso da gestão.


 


Com informações do Sindsaúde – Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Ceará