PCCS – Sem avanço, servidores do Estado decidem realizar paralisação na próxima quinta-feira, 23/12

197

O Sindsaúde Ceará, junto ao Sindiodonto, Sindicato dos Farmacêuticos e Sasec, realizaram ato no Palácio do Governo nesta terça-feira, 21/12.

Secretário Nelson Martins é abordado por sindicalistas em frente ao Palácio do Governo, em 21/12.

As conversas com a gestão do Governo do Estado só apontam para uma certeza: não há nada garantido quando à reestruturação do PCCS da saúde do Estado. O Sindsaúde Ceará, logo cedo, já estava na frente do Palácio do Governo para cobrar esclarecimentos sobre o envio de mensagem à Assembleia Legislativa sobre a reestruturação do PCCS da saúde do Estado. Com o Sindsaúde, estavam representações do Sindiodonto, Sasec e Sindicato dos Farmacêuticos. O secretário de Relações Institucionais do Governo, Nelson Martins, abordado pela presidente do Sindsaúde, Marta Brandão, foi enfático em afirmar que o projeto está em análise e que não há nada garantido.

Servidores decidem agendar paralisação para pressionar pela aprovação do PCCS.

As representações das entidades seguiram para o cruzamento entre a Avenida Abolição e Barão de Studart onde outro grupo de servidores aguardava para realização de uma intervenção cobrando valorização com a aprovação do PCCS.

Em consulta à categoria, foi aprovado por unanimidade a realização de uma hora de paralisação na próxima quinta-feira, 23/12, às 6h30 da manhã, com ato em frente ao Hospital César Cals, no centro de Fortaleza.

Está claro que precisamos manter a pressão e não vamos recuar” – afirmou Marta Brandão. “Vamos cobrar do governador Camilo valorização para os servidores da saúde e, para isso, queremos que a proposta construída coletivamente pela categoria e Governo seja votada na Assembleia Legislativa” – concluiu.

Paralisação na quinta-feira, 23/12, às 06h30

Hospital Cesar Cals – Avenida Imperador, 545 – Centro

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here