Servidores do Estado comemoram aumento na remuneração após mensagem aprovada no final do 2021

128

A mensagem do Governador, encaminhada e aprovada pela AL em 22/12, garantiu correção no salário e gratificações dos servidores da saúde do Estado. O incremento nas remunerações já pode ser visualizado nos contracheques e varia de 60% a 110% de acordo com a referência(nível) do servidor.

Os valores serão pagos em fevereiro, mas os servidores já sabem o tamanho da diferença nas remunerações. Nos contracheques, o novo valor do salário base chega a ser até 50% maior do que o valor pago em dezembro de 2021. Além disso, os servidores estão recebendo mais pela GED, que voltou a ser de 35%, 50% e 70%, e pelo plantão noturno, cuja gratificação passou de 2,5% para 5%.

Auxiliar de enfermagem do Hospital São José, Rosa Luz.

Rosa Luz, auxiliar de enfermagem(nível 8) do Hospital São José, chegou ao final de janeiro com bons motivos pra comemorar. Com as três doses da vacina, passou pela  Covid-19 pela segunda vez neste mês, só com sintomas leves, e já retornou ao trabalho. O outro bom motivo veio no contracheque. Rosa vai receber cerca de 60% a mais que o que recebeu em dezembro passado. Ela agora se sente mais valorizada. “Estou há 30 anos na saúde do Estado e esta é a primeira vez que nossa categoria é realmente valorizada. Agora, sinto mais orgulho de ser servidora” – afirma. O salário base dela passou de R$ 994,80 para R$ 1.504,89. Somado às gratificações, o total que ela vai receber chega a R$ 4.297,88. “Agora, vou poder fazer uma reforma na minha casa e dá uma melhor assistência aos meus dois netinhos” – conta orgulhosa.  E ela já tem outro projeto à vista. Vai montar um negócio próprio para quando se aposentar, o que deve acontecer daqui a cinco anos.

No contracheque de janeiro desta outra auxiliar de enfermagem(nível 4), o salário base passou de 883,87 para 1.272,55.  A gratificação especial de Desempenho, GDE, passou de 247,48 para 890,79. Ao todo, o salário bruto passou de R$ 2.318,60 em dezembro de 2021 para R$ 3.811,58 em janeiro de 2022. Um incremento de 64,30%.

 

Já nas informações do contracheque desta outra auxiliar de enfermagem(nível 7), o salário base passou de R$ 965,82 para 1.442,92.  A GED, nesse caso, passou de 270,43 para 1.010,04. Ao todo, o salário bruto passou de R$ 2.788,18 em dezembro de 2021 para R$ 4.669,92 em janeiro de 2022. Um aumento de 68,56%.

Para a presidente do Sindsaúde Ceará, Marta Brandão, apesar de não ser ainda o que os servidores e o sindicato estavam reivindicando, que é o PCCS, o aumento na remuneração é muito importante e chega em ótima hora, demonstrando valorização dos servidores que estão há tanto tempo sofrendo com sobrecarga de trabalho e com os riscos que aumentaram desde o começo da pandemia. “É uma conquista dos servidores que acreditaram na luta para fazer a diferença” – afirmou.

Os servidores da saúde do Estado terão um novo incremento nas remunerações a partir do mês de maio, quando passará a incidir mais um reajuste no salário base e, por consequências, nas gratificações. Isso ocorrerá em decorrência da lei aprovada que parcelou o reajuste em duas vezes, em janeiro e maio de 2022.

As variações no valor do reajuste dependem do nível de referência do servidor em tabela específica. Confira as leis que garantiram o reajuste e as tabelas de referência completas:

Decreto nº 34514, DE 17 DE JANEIRO DE 2022
LEI COMPLEMENTAR Nº 270, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2021

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here