Sindsaúde denuncia condições precárias no Gonzaguinha da Barra

183

Na manhã desta quarta-feira, 05/01, o Sindsaúde Ceará foi ao Gonzaguinha da Barra acompanhar fiscalização do Coren Ceará. As denúncias vão da sobrecarga de trabalho à falta de máscaras adequadas para administrar oxigênio a pacientes com falta de ar.

A equipe de fiscalização do Coren Ceará chegou ao Gonzaguinha da Barra por volta das 9h da manhã. A presidente do Sindsaúde Ceará, Marta Brandão, acompanhada do diretor Glayson Melo, e da diretora Adriana Moura, acompanharam a fiscalização.

As denúncias que chegam ao Sindsaúde Ceará apontam excesso de trabalho, com jornadas exaustivas e falta de equipamentos para administração de oxigênio em pacientes com falta de ar.

Segundo uma das denúncias, na emergência, um só técnico está precisando dar conta de dez pacientes. Alguns estariam dobrando plantões, trabalhando até 48 horas sem folga. Como se não bastasse isso, profissionais contam que, na falta de equipamento adequado, estão precisando improvisar máscaras para administrar oxigênio em pacientes com falta de ar.

O Sindsaúde encaminhou ofício pedindo explicações à Secretaria Municipal da Saúde, SMS. Confira imagens da visita ao Hospital Gonzaguinha da Barra nesta quarta-feira, 05/01.

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here