Vitória – Após protestos, Izolda e Sarto anunciam mensagens para implantação do piso nacional dos ACS/ACE

74

Os anúncios foram feitos na tarde desta quinta-feira, 28/07. Tanto a governadora Izolda como o prefeito Sarto atenderam à demanda da categoria. O novo piso será retroativo ao mês de maio passado.

Sarto reúne lideranças sindicais para anunciar mensagem de reajuste do piso dos ACS e ACS de Fortaleza, em 28/07.

Após dois dias da manifestação que reuniu cerca de 500 ACS de várias regiões do Estado no Palácio da Abolição, a governadora Izolda anunciou o envio de mensagem à AL para viabilizar a implantação do piso salarial de dois salários mínimos, conforme prevê a Emenda Constitucional 120. No mesmo momento, Sarto também anunciou mensagem para a implantação do piso para os ACS e ACE de Fortaleza. Na capital, o compromisso é de que a mensagem esteja na Câmara dos vereadores para votação já na segunda-feira, 01/08. Já a governadora informou que a votação, em regime de urgência, na Assembleia Legislativa, deve ocorrer na quarta-feira, 03/08.

Desde que a EC 120 foi aprovada no Congresso, o Sindsaúde Ceará, junto às lideranças representativas da categoria no interior do Estado pressionavam governo e prefeitura para a atualização do piso, que agora passará a R$ 2.424,00. Uma assembleia com os ACS já estava marcada para o dia 04/08, com possibilidade de uma paralisação da categoria, caso o reajuste não fosse concedido.

Dois dias após grande manifestação no Palácio do Governo, Izolda assina mensagem de implantação do novo piso de R$ 2.424,00 para ACS do Estado, em 28/07.

Ao todo, são cerca de 6 mil ACS vinculados ao Estado que serão beneficiados pela implantação do piso nacional de dois salários mínimos. Em Fortaleza, são cerca de 2.300 ACS e cerca de 1.400 ACE que terão um impacto positivo em suas remunerações, com a atualização do salário base, no qual passarão a incidir as progressões previstas no PCCS das categorias. A vitória rapidamente ganhou repercussão nas mídias sociais.

Os 500 ACS pelo piso nacional

O Sindsaúde Ceará, junto a cerca de 500 agentes comunitários de saúde(ACS) vinculados ao Estado, foram ao Palácio do Governo na terça-feira, 26/07, mais uma vez, para cobrar a implantação do piso nacional da categoria, conforme Emenda Constitucional 120, aprovada no Congresso Nacional.

Mesmo com a aprovação da EC 120, para que o novo piso chegue aos contracheques, é preciso que os Governos do Estado e municípios implantem o novo valor através de uma lei. “Não há conquista sem luta, sem mobilização. Nós sabemos a força que tem os ACS e lutamos com a esperança de que o bom senso da governadora Izolda e do prefeito Sarto falassem mais alto” – afirmou o diretor do Sindsaúde Ceará, Quintino Neto. “Nos unimos e garantimos mais essa vitória para essa categoria que nunca foge à luta” – concluiu.

Clique AQUI E confira mais detalhes desta vitória na live feita pelos diretores do Sindsaúde Ceará no Instagram @sindsaude.ceara

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here